segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Feminina Sub-20 faz coletivo para enfrentar as alemãs

Rafael Ribeiro / CBF
O dia seguinte da chegada da Seleção Brasileira Feminina Sub-20 em Montreal foi de treinamento. Na tarde deste domingo, o técnico Doriva Bueno comandou um coletivo no Campo Bois-de-Bologne.
No aquecimento, realizado pelo preparador físico Juninho Brilhante, teve movimentação, alongamento em duplas, movimentação com domínio e toque de bola.
Em seguida, Doriva e seu auxiliar, Rúbio Alencar, organizaram um trabalho em campo reduzido, com três equipes revezando os lados e a marcação.
Na hora do coletivo, o time reserva contou com quatro estudantes e jogadoras canadenses para completar. A equipe titular estava com Nicole, Letícia Santos, Nágela, Julia e Camila; Gabi e Djenifer; Byanca, Andressa (c) e Dioneide; Carol. O outro time tinham as quatro canadenses, com Bussatto de goleira, Thaynara, Carol Gomes, Tipa, Portilho, Rafaela e Duda.
- Buscamos trabalhar muito as bolas paradas, tanto ofensiva quanto defensiva. Mas o objetivo maior foi criar situações de ataque, pois precisamos vencer - explicou o auxiliar Rúbio Alencar.
O coletivo terminou 2 a 1 para as titulares, com gols de Dioneide e Carol; Duda marcou para a outra equipe.
Letícia Izidoro, Patrícia e Gabi Lira foram poupadas do treinamento.
Brasil x Alemanha é nesta terça-feira, às 16 horas (17 horas de Brasília), no Estádio Olímpico, em Montreal.
Se vencer por 2 gols de diferença, a Seleção chega a quatro pontos e ultrapassa a Alemanha no saldo de gols - o Brasil ficará 1 gol de saldo e as alemãs com 0. Se a China vencer, chega a cinco pontos; se os EUA vencerem, chegam a seis pontos; se as seleções empatarem, as chinesas chegam a três e as americanas ficam com quatro, mas têm -2 gols de saldo. Caso vença por 1 gol, o Brasil tem que torcer por um empate entre EUA e China.